Publicidade
Acompanhe:
Esportes | Inter Brasileirão

Com Colbachini no comando, Inter vence o Avaí na Ressacada

Vitória recoloca o time gaúcho no G6 e na briga por vaga na Libertadores

Por Gustavo Henemann
Última atualização: 17.10.2019 às 21:33

Patrick marcou aos 21 minutos do primeiro tempo Foto: Ricardo Duarte/Inter

As tentativas do Inter em anunciar nesta semana o seu novo treinador foram várias. Eduardo Coudet, do Racing-ARG, tornou-se a obsessão dos dirigentes colorados, mas enquanto o técnico hermano não desembarca na capital dos gaúchos, a responsabilidade de reconduzir o Inter à zona de classificação à Libertadores 2020 será de Ricardo Colbachini. Aos 33 anos, o interino, que foi campeão brasileiro com os aspirantes em 2017 e que comandou o Inter B na Copa Seu Verardi, deve seguir até o final do Brasileirão na casamata rubra.
Em entrevista nesta quinta-feira (17), na Argentina, Coudet admitiu que o Inter lhe fez uma proposta quase irrecusável, mas afirmou que não era o momento de deixar o Racing. Com contrato até junho de 2020, o treinador chegaria para comandar o Colorado só em janeiro. Se assim for, Colbachini continuará na lacuna deixada por Odair Hellmann, e inclusive já mostra resultado.

Após empate com o Santos, de Sampaoli, no último domingo, no Beira-Rio, Ricardo Colbachini levou o Colorado à quebra do jejum de vitórias depois de cinco rodadas. Nesta noite, na Ressacada, em Florianópolis, o Inter bateu o vice-lanterna Avaí por 2 a 0, retornou ao G6, e afundou ainda mais o Leão no Z4.

A expulsão de Wesley aos 3min, deixou os catarinenses ainda mais frágeis no primeiro tempo. O Colorado mostrou superioridade em posse de bola e teve inúmeras chances mesmo sem um armador. O primeiro gol saiu aos 21min, com Patrick.

D’Alessandro iniciou no banco, porém Colbachini sentiu a falta do meia e lançou o gringo na etapa final. Mais aberto, o Inter deu espaços ao Avaí, que cresceu e levou perigo a Lomba, principalmente na bola aérea. Pelo lado avaiano, Vladimir salvou o time de uma goleada, mas não evitou o gol de Sarrafiore aos 39min.

O JOGO

AVAÍ
Vladimir; Lourenço, Betão, Talhheimer e Paulinho; Wesley, Richard Franco e Matheus Barbosa (Mosquera); Caio Paulista (Luan Pereira) e Igor Goularte (Matheus Lucas); Vinícius Araújo. Técnico: Evando Camillato.

INTER
Marcelo Lomba; Heitor, Bruno Fuchs, Roberto e Zeca (D'Alessandro); Bruno Silva, Patrick e Edenilson; Nico López (Sarrafiore), Guilherme Parede (Uendel) e Guerrero. Técnico: Ricardo Colbachini.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.