Publicidade
Cotidiano | Gente Luto na música

Morre em Nova York o músico Johnny Pacheco, um dos criadores da salsa, aos 85 anos

Músico ficou internado em um hospital alguns dias antes da morte para tratar de uma pneumonia

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 16.02.2021 às 13:43

Johnny Pacheco Foto: @faniarecords-Instagram/Reprodução
O artista dominicano Johnny Pacheco, um dos criadores do gênero musical salsa, morreu nesta segunda-feira, 15, em Nova York, aos 85 anos de idade, informaram a família e amigos do cantor.

"Com grande dor na alma e um vazio no coração, comunico que o maestro Johnny Pacheco faleceu nesta tarde. Mil agradecimentos por todas as suas orações e por todo o amor que vocês sempre lhe deram. Neste momento, pedimos privacidade e orações", diz breve nota assinada pela viúva, Maria Elena Cuqui Pacheco, e sua família. O músico ficou internado em um hospital de Nova York alguns dias antes da morte para tratar de uma pneumonia, disse a viúva, na conta do Facebook do artista.

Percussionista e compositor, Juan Zacarías Pacheco Knnipping, o Johnny Pacheco, nasceu em 25 de março de 1935 em Santiago de los Caballeros, no norte da República Dominicana, e emigrou quando criança com toda sua família para Nova York, onde começou os estudos musicais e a formação.

A salsa, segundo muitos especialistas, nasceu nos bairros de Nova York nos anos 1960 graças aos jovens músicos latino-americanos que emigraram para os Estados Unidos. Uma das teorias mais difundidas atribui seu nascimento a Pacheco, que considerava o estilo uma mistura de ritmos caribenhos como guaracha, mambo, pachanga, guajira, guaguancó e chachachá.

Músico, compositor e produtor, Pacheco fundou a gravadora Fania Records, assim como a histórica banda Fania All-Stars, pela qual passaram ícones da salsa como Celia Cruz, Héctor Lavoe e Willie Colón. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.