Publicidade
Cotidiano | Motores Lançamento

Novo visual e tecnologias na segunda geração do 208

Agora fabricado na Argentina, compacto premium da Peugeot tem apenas câmbio automático que, nas versões flex, está acoplado ao motor 1.6

Por Adair Santos
Publicado em: 10.09.2020 às 05:00 Última atualização: 10.09.2020 às 09:41

Tudo novo no Peugeot 208, desde o visual até a plataforma. Versão de entrada custa R$ 74,99 mil Foto: Cezar Bresolin/Fotos Cézar Bresolin/Especial

A segunda geração do Peugeot 208 surpreende com design ousado e uma versão elétrica. Agora produzido na Argentina, e não mais no Brasil, o hatch já está disponível nas lojas, exceto na configuração e-GT, que começa a ser entregue somente no início do próximo ano. O design foi totalmente reformulado. Na frente, os faróis contam com elementos luminosos que lembram as três garras do leão, assim como as lanternas traseiras, agora unidas por um acabamento black piano, que se estende por toda a largura da tampa do porta-malas. Feito sobre a plataforma CMP, modelo cresceu 8 cm e agora tem 4,05 m, mas o porta-malas encolheu 20 l, totalizando 265 l.

Todas as versões a combustão são equipadas com a motorização 1.6 16V flex, que desenvolve 118 cv com álcool e 115 cv com gasolina, bem como torques de 15,5/15,4 kgfm, respectivamente (os valores diminuíram, pois antes totalizava 16,1 kgfm com qualquer um dos combustíveis). O propulsor está sempre acoplado à transmissão automática de seis marchas. Já o e-GT tem 136 cv e 26,5 kgfm e suas baterias garantem autonomia de 340 km no ciclo WLTP ou 450 km no NEDC, podendo acelerar de 0 a 100 km/h em 8,1 s, conforme a montadora. São quatro pacotes de acabamento: Active (R$ 74,99 mil); Active Pack (R$ 82,49 mil); Allure (R$ 89,49 mil) e Griffe (R$ 94,99 mil). A versão elétrica 208 e-GT deverá custar acima de R$ 150 mil.

Vendas de veículos registram alta de 7,35%

As vendas de veículos, considerando todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários) registraram crescimento de 7,35%, em agosto, na comparação com julho deste ano. Conforme a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), no período foram emplacadas 299.627 unidades, contra 279.105 no mês anterior. Se comparado com agosto de 2019 (347.061 unidades), a retração foi de 13,67%. No acumulado de janeiro a agosto/2020, os 1.804.338 veículos emplacados representam queda de 31,01% sobre o mesmo período de 2019.

Sistema de reconhecimento de placas

Na versão topo de linha, o 208 traz faróis Full LED, capa dos retrovisores e aerofólio traseiro em preto brilhante, chave keyless (presencial) com comandos de abertura das portas e porta-malas e partida do motor pelo botão Start/Stop, VisioPark 180°, sensores de chuva, crepuscular e de estacionamento traseiro, alerta de colisão, frenagem de emergência automática, alerta e correção de mudança de faixa, auxílio de farol alto e sistema de reconhecimento de placas de velocidade.

Painel de instrumentos i-Cockpit 3D

Por dentro as mudanças também foram significativas. O destaque é o i-Cockpit 3D, que segue sendo visualizado por sobre o volante Sport Drive, de dimensões reduzidas e base achatada. Algumas informações sobre a condução do veículo sejam projetadas em destaque, mais à frente do visor principal. Ao centro, de forma elevada e destacada, está e central multimídia touchscreen de 7" com Google Android Auto e Apple CarPlay.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.