Publicidade
Esportes | Inter Brasileirão

Jogadores inconsoláveis e Abel Braga em tom de despedida do Inter

Técnico colorado elogiou a postura do grupo e revelou que deve ter sido seu último jogo pelo clube

Por Moacir Fritzen
Publicado em: 26.02.2021 às 03:00

Abel Braga, técnico com mais jogos pelo Inter, recebeu placa comemorativa Foto: Ricardo Duarte/Inter


Antes do jogo esta quinta-feira (25), Abel Braga foi homenageado e recebeu uma placa pelo recorde de jogos como técnico do Inter: 340. Após o apito final do árbitro Wilton Pereira Sampaio, o que se viu no Beira-Rio foram jogadores aos prantos. Heitor e Abel Hernández estavam entre os mais emocionados.

Na saída de campo, Patrick tentou resumir o sentimento: "Chegamos perto. Entramos nesse espírito e um escudo só, do Internacional. Em 41 anos, tão perto. A gente vinha numa crescente muito boa, sequência de vitórias. Tivemos gols anulados, intervenções do VAR. Levantar a cabeça. Não tem como não sentir essa dor. A gente sabe que o torcedor está lutando pelo clube. A gente está brigando em cima, disputando finais e não conseguimos o objetivo. A gente tem que sentir a dor, lamber a ferida. O Internacional, dentro de suas condições financeiras, está no caminho certo. Que 2021 seja melhor".

Na entrevista coletiva, Abelão falou em tom de despedida. "Tivemos uma primeira conversa que não teve um fim, antes do jogo contra o Bahia. Ali ficou decidido que eu iria ficar até 25 de fevereiro. Se até hoje não teve qualquer tipo de mudança, com certeza pra mim foi o último jogo. A direção está procurando o melhor para o clube. O que desejo para eles é uma ótima administração", disse.

O treinador colorado ainda elogiou os atletas. "As lágrimas desses jogadores expressam muito bem aquilo que se buscou conseguir, à exaustão. Um limite que não tinha fim. Esse é o maior legado. Um vestiário limpo, de homens e atletas, na melhor acepção da palavra", falou.

Mais tarde, o presidente Alessandro agradeceu a Abel: "Tenho o privilégio como presidente, o comprimento de estar no recorde de jogos do Abel. Fica aqui nosso agradecimento", afirmou o dirigente, que complementou dizendo que a partir desta sexta-feira (26) continuará as conversas com Miguel Ángel Ramirez.

Pênalti cancelado é citado na coletiva

O pênalti cancelado no toque no braço de Ramiro repercutiu no vestiário colorado. Abel Braga citou um lance parecido que rendeu um pênalti ao Flamengo no jogo contra o Grêmio em 2019. "Incrível", destacou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.