Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Gravataí MOBILIDADE URBANA

Preço da passagem de ônibus pode diminuir a partir de janeiro em Gravataí

Prefeito Luiz Zaffalon apresentou Projeto de Lei (PL) no qual objetivo é tornar o município com o menor preço de passagem na Região Metropolitana

Publicado em: 23.11.2021 às 17:06

Na manhã desta terça-feira (23), o prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon (MDB), anunciou o Projeto de Lei Executivo 99/2021, que cria um que reduz o valor da passagem de ônibus. De acordo com o chefe do Executivo, com a criação de um Programa de Mobilidade Urbana na cidade, o objetivo é ter o menor preço da Região Metropolitana, com o valor de R$ 3,80.  “Queremos um valor ainda menor”, afirmou Zaffalon.

Hoje a tarifa dos ônibus municipais custam R$4,80 em Gravataí. Atualmente o menor preço de passagem na Região Metropolitana é na cidade de Esteio, onde o valor praticado da tarifa custa R$ 3,80. 

Para o secretário de Mobilidade Urbana de Gravataí, Adão de Castro, o custo precisa ser dividido por um maior número de pessoas. “No mês de outubro, tivemos cerca de 220 mil passageiros pagantes e em torno de 80 mil com gratuidades”, concluiu.

Buscando a divisão maior, Zaffalon pretende utilizar valores oriundos dos royalties de petróleo, recebidos pelo município, para reduzir a tarifa e aumentar o número de passageiros. "Meu sonho é não precisar financiar mais o transporte público e poder investir esse dinheiro em outras áreas”, afirmou o chefe do Executivo. No entanto, ele destacou que há mais de 50 anos apenas os passageiros sustentam o sistema e que muitas gratuidades estão fora da realidade atual. “Temos por exemplo em Gravataí pessoas com 60 anos que não pagam passagem, enquanto a Lei Federal conta a partir dos 65 anos, precisamos mudar isso”, salienta. 

 

Outros investimentos

Além da tarifa menor a partir de janeiro, o prefeito disse que a cidade precisa desenvolver vantagens aos passageiros de ônibus. Para ele a faixa exclusiva para os coletivos na Av. Dorival de Cândido Luz foi um exemplo.”Essa obra está sendo finalizada e em breve teremos horários apenas com circulação dos ônibus”, destaca Zaffalon. Já o secretário Adão Castro, comunicou que um aplicativo será oferecido, contando com todos horários das linhas municipais e também intermunicipais. “O aplicativo está em fase final de transição, teremos os dois serviços em um só lugar”, explica. 

 

Reclamações por falta de linhas

Questionados sobre as reclamações constantes nas redes sociais a respeito da falta de ônibus em determinados bairros, tanto o prefeito, quanto o secretário Adão de Castro, afirmaram que um monitoramento é feito em todo município.

Adão disse que a melhor forma de registrar os problemas, é através da Ouvidoria Geral. “As pessoas precisam buscar a ouvidoria da Prefeitura, não temos como fiscalizar através das redes sociais”, finalizou o secretário. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.