Publicidade
Notícias | Mundo Tragédia

Queda de avião não deixa sobreviventes no norte da África

Pelo menos dez pessoas morreram em um acidente com avião comercial na cidade de Pieri, no Sudão do Sul

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 03.03.2021 às 15:19

Pelo menos dez pessoas morreram na terça-feira (2) em um acidente de avião comercial em Pieri, no Estado de Jonglei, no Sudão do Sul, informou o governador por meio de comunicado. "Foi com espanto e horror que soube da notícia do acidente do avião (HK-4274) da companhia aérea South Supreme Airlines, ocorrido hoje (ontem, terça), 2 de março de 2021, por volta das 17h05", disse Denay Jock Chagor.

"Dez pessoas, incluindo os dois pilotos, perderam a vida. Nossas orações vão para suas famílias e entes queridos", acrescentou. O comunicado explica que a queda da aeronave ocorreu na pista de pouso de Pieri, pequeno município localizado no leste do país. Não há informações sobre o que provocou o acidente.

A agência AFP não conseguiu confirmar o número exato de passageiros que estavam no avião. A empresa indicou, por sua vez, que alguns relatórios mencionam "10 pessoas, outras 11 e outras 24", mas afirma que "todas morreram".

A aeronave acidentada era um Antonov. As autoridades de aviação do país afirmam que foi enviada uma equipe de investigação para a "averiguar as causas do acidente".

Outras ocorrências

Em 2017, um avião da South Supreme Airlines pegou fogo ao pousar no Estado de Wau, no noroeste do país. Trinta e sete passageiros ficaram feridos, mas todos sobreviveram. O Sudão do Sul é um dos países menos desenvolvidos do mundo. Dois anos após sua independência em 2011, alcançada após um conflito sangrento, o país viveu uma guerra civil mortal - com cerca de 380 mil vítimas - que terminou oficialmente em fevereiro de 2020 com a criação de um governo de unidade nacional. (Com agências internacionais).

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.