Publicidade
Notícias | Região Ensino

Municípios voltam atrás e acatam decisão da justiça de suspender aulas presenciais

Picada Café, Campo Bom e Sapiranga haviam anunciado que esperariam posição do Estado

Por Bruna Mattana
Publicado em: 02.03.2021 às 18:34

Aos poucos, as cidades da região estão paralisando as aulas presenciais em suas redes de ensino. Picada Café, que havia anunciado que manteria as atividades em sala de aula até sair o resultado do recurso interposto pelo Estado, voltou atrás da decisão na tarde desta terça-feira (2).

A prefeitura informou que vai cumprir a decisão da Justiça de suspender as aulas presenciais. Segundo a administração municipal, as famílias serão avisadas pelas escolas, por meio de grupos do WhatsApp.

No domingo (28), decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre suspendeu 100% das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul enquanto estiver vigente a bandeira preta de distanciamento controlado. No entanto, o Governo do Estado recorreu à decisão nesta segunda-feira (1º). O recurso da Procuradoria-Geral do Estado (PGE-RS) para manutenção da presencialidade ainda não foi julgado.

Campo Bom e Sapiranga também voltaram atrás da decisão de manter as aulas presenciais e migraram para o ensino remoto nesta terça-feira. Dois Irmãos já havia anunciado na segunda que suspenderia as atividades em sala de aula hoje. Estância Velha, por sua vez, adotou a medida ainda na segunda-feira.

Montenegro

Em Montenegro, escolas municipais voltam dia 15, mas apenas com aulas remotas. Antes, a previsão era de que as atividades iniciassem na próxima segunda-feira, dia 8. A decisão foi tomada na manhã desta terça-feira (2), durante uma reunião entre a equipe técnica da Smec, o prefeito Gustavo Zanatta e o vice, Cristiano Braatz. Há um consenso no governo municipal de que a cidade está enfrentando seu pior momento na crise sanitária iniciada em março de 2020. Os hospitais Montenegro e Unimed Vale do Caí contam, ao todo, com 25 leitos de UTI e 37 fora de Unidade de Terapia Intensiva e hoje existem apenas dois leitos de internação disponíveis e nenhum de UTI vago.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.